Fui Encoxada Outra Vez… E Gostei!!!

Não podia negar que o que senti, embora tenha morrido de vergonha, mais o fato é que gostei, talvez por achar que podia ser vista, pega no flagra, sei lá, claro que tinha me excitado antes com alguns meninos que fiquei, até cheguei a fazer anal tb, embora na época ainda era virgem pois tinha medo, ou melhor meus pais colocavam esse medo, tinha vontade mais o medo era maior, então pra não dizer que era totalmente virgem, as vezes fazia anal, mais não com todos, comentei com as meninas, elas riram e ficaram curiosas tb, a vdd é que estava nesse estado a mais de 2 semanas, e aquilo não saia da minha cabeça, cheguei até a sonhar que estava sendo encoxada rsrsrsrs, isso estava virando loucura, falei com a Melissa, minha melhor amiga, dividia tudo com ela, e de tanto falar até a Melissa estava curiosa, depois de 1 mês e meio mais ou menos, o fantasma continuava a rondar minha cabeça, então decidi que precisava passar por aquilo outra vez, e de tanto aguçar a curiosidade da Melissa ela topou ir comigo, na vdd não queria fazer sozinha, apesar de estar curiosa, tb estava com vergonha de ir sozinha, e assim ficou  combinado, marcamos um dia, coloquei uma calça pantalona, dessa de tecido molinho, passei na casa da Melissa, fomos ao centro ver vitrine, tomar um sorvete, quando deu umas 16:30 fomos até um centro industrial aqui da cidade, pensei que seria um bom lugar, chegamos andamos um pouco até os funcionários começarem a sair do trabalho e parecia que estamos saindo tb, chegamos no ponto, minhas pernas tremiam, mãos suavam de nervosa, tanto eu como a Melissa, sei lá, era um misto de medo, vergonha, excitação, td junto.

O ônibus chegou fomos entrando no meio das pessoas, subimos e automaticamente quem subia era empurrada para os fundos, passamos por uns 3 pontos e o ônibus já estava ficando cheio, eu e a Melissa começamos a ficar espremidas, e com a mesma intenção que entramos, alguns homens entram tb, e não demorou muito fomos rodeadas por uns 6 homens, na vdd quase só tinha homens, poucas mulheres, na vdd acho que eles combinam rsrsrs, e como numa matilha de lobos fomos rodeadas e logo sendo empurradas de encontro ao banco, olhei pra Melissa e ela pra mim, ela com cara de assustada, eu tb, mais nervosa e ansiosa do que assustada e enquanto ia enchendo de gente mais ia sendo espremida, e como pensei não demorou muito e senti um homem encostar atrás de mim, olhei pra Melissa ela na mesma situação, o ônibus começou a andar e logo senti aquele tarado se esfregar na minha bundinha, como somos baixas eu e a melissa praticamente sumimos no meio deles, e no balanço fui sentindo a encoxada e ao mesmo tempo o volume daquele tarado crescer atrás de mim, como estava de calça fininha podia sentir bem aquela coisa me cutucando e fazendo pressão nas minhas nádegas, nossa, aquela sensação estava voltando e podia sentir minha xaninha a ficar em chamas, tentei me mexer não queria que vissem que estava gostando, mais era impossível se mexer e nessa tentativa aquela coisa se encaixou bem no meio da minha bundinha e aquele safado percebendo fez mais pressão empurrando o tecido da minha calça pro meio das minhas nádegas abrindo caminho se aninhando na minha bundinha e com a ponta cutucou meu anelzinho.

Gelei na hora, e assim aquele tarado ficou bom um bom tempo me violando, se aproveitando da situação, podia sentir um sorriso de satisfação nos lábios daquele safado, com uma certa habilidade de quem sabe o que faz me girou sutilmente e fiquei entre ele e seu amigo que percebendo a manobra forçou o corpo para traz me empurrando ainda mais de encontro aquela coisa enorme que se não fosse a calça já tinha me penetrado, passado alguns minutos e totalmente acuada por aqueles lobos tarados senti uma mão tateando, como um cego busca seu objetivo é guiada por instinto atinge seu alvo e sinto uma pressão na xaninha, era o homem da frente, safado, e sem pedir permissão tocou e apertou minha buceta e por instinto arrebitei e levei minha bundinha pra traz, agora estava sendo subjugada e molestada pelos tarados que sabendo estarem no controle da situação desfrutavam do meu corpo e me submetia a suas taras, em movimentos hora suave,hora com fúria, aquele bruto apertava minha xaninha quase introduzindo seu dedo nela sutilmente me vi movimentando meu quadril no mesmo compasso de seus toques e disfarçadamente me peguei rebolando naquele negócio enorme que me cutucava e violava meu rabinho, a pressão na minha xaninha passou a ser mais intensas, fortes e rápidas, meu corpo todo tremia, num misto de medo, vergonha, tesão, e sem poder me controlar minha xaninha começa a dar sinais anunciando um gozo, ela se contrai em pulsos longos e começa a gozar na mão daquele tarado, e sentindo aquele pau pressionar meu anelzinho gozei como nunca tinha gozado antes, minhas pernas amoleceram e num último esforço procurei me manter em pé pra não chamar a atenção, depois de me refazer veio um sentimento de vergonha, abaixei a cabeça, nem me atrevia a olhar dos lados, depois de uns 10 minutos assim que deu eu e a Melissa descemos mesmo não sendo nosso destino, tudo que a gente queria era sair dali, fomos andando apressadas ser dizer nada, qdo olhamos uma pra outra e começamos a rir e a contar uma pra outra o que aconteceu, fui pra casa, tomei um banho, fui pro quarto e fiquei pensando em tudo que aconteceu, não tive dúvidas que apesar do medo eu tinha gostado

Outros contos...

Comentários (0)

Somente assinantes podem deixar comentários!

Assine ou faça login para poder comentar.
21
Atrações
149
HQs
586
Vídeos
5099
Fotos
155
Atrizes
...