Minha instrutora é uma delícia

Ouça este conto erótico narrado:

Disponível apenas para assinantes! Assine Já

Minha instrutora da auto escola era uma gostosa. Era foda ficar perto dela porque ela sempre vestia umas roupas bem curtas e bem decotadas, era impossível não ficar olhando e admirando. 

Eu acho que ela sabia que eu olhava pra ela. Não tinha como não olhar e ela percebia e me provocava ainda mais. Óbvio que pegar aquela mulher era um sonho, mas eu meio que também tentava, dava umas indiretas meio diretas, sabe…

Ela levava numa boa e até ria de mim muitas vezes, a gente se dava muito bem. Temos mais ou menos a mesma idade, a diferença é que demorei demais pra tirar minha carteira, ter um carro, enquanto ela tava lá, já ensinando e me deixando excitado a cada aula.

Agora to indo pra última. É a última prática antes do teste e já to pensando na saudade que eu vou sentir daquela mulher sensacional sentada do meu lado. Uma pena, acho que não vou ter a chance de estar tão perto de alguém como ela por muito tempo, já que eu nem tenho muita coragem, muito menos beleza pra chamar a atenção de alguém assim.

To rindo sozinho a caminho da auto escola, rindo de mim mesmo e dessa situação. Cheguei pra aula, esperei alguns minutos e lá veio ela: de vestido. Sim, de vestido rosa, decotado e bem curto. Parece que ninguém nesse estabelecimento liga, ela faz o que ela quer…ela era uma exibicionista!

Ela estava absurdamente linda, mais do que qualquer outro dia. Veio na minha direção, sorriu e me deu um beijo no rosto. Meu caralho, maravilhosa!

— Vamos para o carro?

Só eu sei o que imaginei quando ela disse isso. Então, fingi que não era nada demais, fiz que sim com a cabeça e segui ela até o carro.

Entramos, coloquei o cinto e todo aquele blábláblá que ela me ensinou e eu já fazia meio que por instinto, quando ela disse:

— Hoje vamos mudar um pouco a rota. Vou te levar em um lugar mais longe, já que temos mais tempo nessa aula. Já que você já sabe de tudo, a gente pode dar um passeio e comemorar as aulas acabando.

— Puts, bom demais! Tava na hora de você me levar pra passear hahaha

Ela riu e seguimos. Ela foi me indicando a rota e eu segui. A gente foi longe mesmo. E fomos para uma parte da cidade que eu conhecia bem pouco. Ela pediu pra eu parar e eu atendi, meio sem entender.

— Vamos ao que interessa, Lucas. É sua última aula e eu gosto de você.

Ela disse colocando a mão na minha perna e eu comecei a ficar nervoso. Ela continuou:

— A gente ainda tem uma hora e meia até voltar para a auto escola e já está escurecendo. É agora.

Eu sabia o que tinha que fazer. Ela estava se aproximando e sem pensar, beijei ela. A coisa seguiu e esquentou. Mão aqui e mão lá, eu nem dava bola por estarmos em um local público e externo. Transamos em posições que eu nem imaginava serem possíveis em um carro. A coisa era absurda, um verdadeiro show, como eu nunca tinha participado.

Aquela ruiva pedia mais, implorava pra eu comer ela de quatro, de lado, de frente de costas e aquele carro mexia pra caralho. Eu apertei aquela bunca enorme, chupei aquela xota carnuda e molhada, chupei aqueles peitos deliciosos, aproveitei. A aula hoje era de sexo.

Ela me pagou um boquete e não faltava mais nada, a gente fez de tudo um pouco. Eu não aguentava mais e já estava para gozar. Enquanto ela me chupava, eu avisei que ia gozar. Ela não continuou e eu gozei na boca dela.

Como se não bastasse tudo aquilo que a gente fez, ela engoliu tudo. Uma loucura! Eu olhei no relógio: a gente estava fodido! A gente precisava voltar em 15 minutos.

— Agora você mostra o que sabe. Vamos correr.

A adrenalina do sexo era o que me motivava de verdade. Foda-se chegar atrasado! Quem liga? Eu pisei no acelerador e corri mais do que qualquer outra vez. Eu sabia dirigir e agora também sei que sou capaz de pegar uma ruiva como aquela.

Outros contos...

Comentários (1)

gilalvesgomes em 13/01/2021

Rápidinha….

Somente assinantes podem deixar comentários!

Assine ou faça login para poder comentar.
21
Atrações
149
HQs
586
Vídeos
5099
Fotos
155
Atrizes
...