Quando o pau quebra

08 de abril de 2021 Curiosidades, Notícias

Recentemente saiu uma notícia que deve ter feito muitos homens sentirem uma dor alheia: a fratura grave de um pênis durante uma relação sexual, levando a vítima (que sentia fortes dores) ao hospital para passar por um procedimento cirúrgico. Este caso em específico, aconteceu aqui mesmo no Brasil, em um município no estado do Paraná.

Mas aí você deve estar se perguntando: “Existe mesmo a fratura de um pênis?” Existe!

O evento, apesar de raro, acontece mais de 80% das vezes durante o ato sexual, geralmente na posição em que o homem está por baixo e a mulher por cima, enquanto há penetração e claro, quando o membro está ereto.

No “vuco vuco” em questão aqui do Brasil, pode ter ocorrido o seguinte: o casal deveria estar entusiasmado com aquele “sobe e desce” e num determinado momento, erram a entrada, no caso, a penetração e assim, consequentemente, ocasionando a curvatura aguda do membro masculino, onde, provavelmente devem ter escutado um barulho como um “estalo”, seguida por dor extrema (a mulher também pode se ferir, mas não tanto quanto o azarado do homem), flacidez imediata e hematomas chocantes, sem esquecer no inchaço.

O termo específico que os médicos usam é “ruptura da albugínea” (que é a membrana que cobre os corpos cavernosos que aprisiona o sangue durante a ereção e que propicia a ereção).

Novamente você deve se perguntar: “Mas por que o homem teve que ir para o hospital? Não seria o caso de colocar um saco de gelo e esperar ao ter que passar por essa vergonha?” Amigo, para resumir, o pinto do cara “morreu”. E se não for tratado com os devidos cuidados, o infeliz que passa por isso pode tanto perder a sensibilidade do pênis (parcial ou total), ficar com o pênis torto, pegar uma infecção, assim como pode causar a disfunção erétil (impotência sexual), entre outras coisas.

Mais no começo deste texto eu coloquei que, 80% dos casos acontecem durante uma relação sexual, certo? Só que há outras maneiras de você se “acidentar” com o seu pinto. Entre 10 e 15% pode ocorrer a fratura peniana durante a masturbação, assim como, entre 10 e 15% durante o sono. Como é? Na sua fase REM (fase do sono mais profunda quando geralmente sonhamos) e se você estiver tendo um sonho erótico provavelmente deverá estar de pau duro e ainda se for daqueles que se mexem muito na cama… Já deu para entender o que pode desenrolar-se.

Quando se entra “na faca”, ou seja, na sala de cirurgia, é recomendável que o procedimento deve ser realizado nas primeiras oito horas depois do trauma, para se obter um melhor resultado. E sim, vai ficar uns meses sem sexo, sem nem ao menos “bater uma”, pois o membro precisa de repouso, no mínimo, três meses.

Comentários (0)

Somente assinantes podem deixar comentários!

Assine ou faça login para poder comentar.
21
Atrações
149
HQs
586
Vídeos
5099
Fotos
155
Atrizes
...