Sexo a três. Topa essa fantasia?

11 de maio de 2021 Curiosidades, Dicas, Fetiches, Notícias

Emily Atack, uma maravilhosa (e porque não, gostosa!) atriz britânica diz que mantinha sexo a três até o dia em que o casal se apaixonou por ela.

A história aconteceu assim: a atriz conheceu um cara em um pub e depois de umas trocas de mensagens, o tal cara contou que era casado, porém, contudo, todavia não tinha problema porque ele e a esposa tem o chamado “relacionamento aberto” e a esposa também estava a fim de um ménage.

Segundo a atriz, esses tipos de relacionamentos a deixam louca de tesão (ô inveja do casal). Continuando o relato de Emily, ela disse que foi divertido e bacana por um tempo, até que os dois se apaixonaram por ela. Ficando um clima “chato”, pois a atriz recebia mensagens dos dois querendo se encontrar a sós com ela, contudo, já não rolava mais o “lance” a três.

Bem resolvida sexualmente e sem querer acabar com a vida do casal, a atriz relata que sentou com o casal para conversar e disse: “Se vocês acham que terminar com uma pessoa é constrangedor, imagina com duas ao mesmo tempo.”

O relacionamento a três é um sonho de muitos homens e não basta o casal ter o tal “relacionamento aberto” para “agregar um terceiro elemento para “apimentar” na cama. Cada indivíduo tem que estar muito maduro para esse tipo de compromisso, por mais que seja “apenas” sexo.

E vamos colocar os pingos nos “is”. Estamos aqui falando de sexo a três e não de uma união a três, que consegue ser ainda mais complexa e madura e se classifica como “poliamor”, por mais que não seja reconhecido na esfera do direito.

Dicas para você que se interessou

  • Antes de qualquer coisa, o mais importante: é necessário que todos os envolvidos tenham vontade de experimentar. Acrescentar uma terceira pessoa entre quatro paredes não é só abrir a porta e deixa-la entrar. Não. Intimidades serão compartilhadas e todo mundo tem que estar aberto para isso. Voltando a dizer, o sexo vai envolver contato físico, contudo, emocional também. Ou seja, você vai se sentir bem mesmo vendo outra pessoa beijar, acariciar e transar com seu parceiro, sem se comparar ou criar neuroses?
  • É uma fantasia e como toda fantasia realizada, há uma “validade”. É aqui que você tem que conversar com sua parceira e definir como será o sexo a três. Sexo e não relacionamento. Ou seja, se um do casal curtiu e quer repetir todos os dias o ménage, e alguém se sentir “sufocado” ou “incomodado” com isso, sentem-se e vão conversar! O prazer tem que ser um consenso e não apenas fazer a vontade do outro, afinal…

Sexo a três não é uma manobra para salvar seu relacionamento.

Se você ou sua parceira estiverem a fim de “apimentar” a vida entre quatro paredes, não é uma fantasia que vai salvar um namoro ou um casamento. O casal tem que estar numa boa e se não            estiverem, será algo a somar em discussões e brigas.

  • Escolha a terceira pessoa com cuidado. Se você acha que colocar a sua cunhada no relacionamento só porque a acha gostosa e porque ela se dá super bem com a sua mulher, tenha consciência antes de dar essa ideia, já que a probabilidade de irmãs se beijaram e transarem é bem baixa. Se sua mulher curtir uns “lances” mais “modernos” ou querer experimentar um ménage, dê a ela o poder de escolha. Talvez uma amiga mais íntima ou aquela que “acidentalmente” a beijou nos tempos da faculdade. Caso contrário, há algumas mulheres de programa que aceitam esse “serviço”. E mais, na maioria dos casos, são os homens que querer adicionar uma mulher a mais, contudo, se sua mulher não curtir ou simplesmente se achar no direito de acrescentar outro homem… O ideal é escolher alguém que tenha a mesma faixa etária. Pessoas mais novas ou mais velhas podem não ajudar muito quanto a compatibilidade. E por favor, se você não quer fofocas na família e muito menos no trabalho, são nesses “ambientes” que você vai evitar de procurar o terceiro elemento.

Tenha regras!

  • É necessário conversar a três antes de partirem para o sexo. Às vezes sua parceira pode achar que você quer apenas outra pessoa assistindo o sexo ou simplesmente que só haverá carícias e beijos, não penetração. Estipule as regras antes do “rala e rola”.
  • Se já é complicado escolher uma pessoa, o lugar também é importante. Lembre-se! Haverá trocas de intimidades e a terceira pessoa está ali apenas para transar. Vai querer mesmo que aconteça um ménage dentro do seu quarto, em cima da sua cama de casal? Se estiverem a fim de “botar fogo” no relacionamento, o “pacote” tem que ser completo. Sendo assim, procure outros locais para o sexo. Pode ser no motel? Pode. Mas a ideia é realizar uma fantasia. Então, escolham um local mais afastado de casa ou até mesmo em outra cidade.
  • Criando um clima. Ok. Já escolheram a pessoa e o lugar, mas é só ficar pelado e “atacar”? Sexo precisa de um “clima”, ou até mesmo de uma situação. Fingir que vão assistir a uma série e por baixo dos cobertores “soltarem” as mãos é uma ideia de começo. Ou quem sabe ficar no escuro total e em silêncio? O importante é se sentir confortável e relaxar na hora da “pegação”, sem ficar com vergonha ou timidez, que acaba atrapalhando tudo.

O fato é que se vocês estiverem à procura de prazer, antes de tudo, uma boa conversa apenas entre o casal, para depois rolar a parceria e se entregar aos desejos e gozos.

Comentários (0)

Somente assinantes podem deixar comentários!

Assine ou faça login para poder comentar.
21
Atrações
149
HQs
586
Vídeos
5099
Fotos
155
Atrizes
...