Comendo a Chefe Gostosa na Pizzaria

Ouça este conto erótico narrado:

Disponível apenas para assinantes! Assine Já

Há alguns meses rolou algo inusitado que jamais imaginei que iria acontecer. Bom, vamos lá: atualmente trabalho em uma pizzaria onde aconteceu tudo. Eu saí pra resolver alguns problemas pessoais e nesse dia cheguei mais cedo no trabalho. Ao chegar me deparo apenas com Suzi, pois os outros funcionários da parte da manhã já não estavam mais lá e o outro turno da noite ainda não havia chegado. Bom, foi aí que tudo começou. Logo na entrada estava Suzi secando algumas louças e talheres, ela estava com uma blusa branca, de avental preto e uma calça legging preta meio transparente, que mostrava sua calcinha fio dental azul. Que bela bunda ela tinha! Nossa, na hora que vi já fiquei com o pau duríssimo, me subiu um tesão e mil coisas passaram na minha cabeça. Apenas cumprimentei e ela me respondeu de volta. Fiquei olhando para aquela linda bunda, tive que passar atrás dela com meu cacete duro em um lugar apertado e sem querer passei roçando meu pau nela, nossa, que sensação maravilhosa! Se fosse por mim, ficaria lá mesmo. Logo ao passar com um sorriso malicioso no canto da boca ela falou “Nossa, hoje você está animado!”. Apenas respondi com um sorriso! Após isso, comecei a conversar com Suzi, disse algumas indiretas e as nossas conversas foram esquentando. Eu já estava com um tesão e lutando pra não demostrar meu cacete ali duro por causa dela.

Suzi me olhou e já tinha percebido minha animação, então me pediu pra atender o telefone que estava tocando. Tive que passar roçando mais uma vez na sua bunda, dessa vez Suzi reagiu diferente, jogando sua bunda pra trás. Vendo aquela cena, também me aproveitei da situação e esfreguei todo meu pau na bundinha dela e, com cara de sacana, pedi desculpas e passei. Suzi já percebendo toda minha maldade apenas falou que não tinha problema. Atendi a ligação e voltei pra fazer minhas obrigações. Eu estava com a mão na massa e Suzi se aproximou, me oferecendo uma ajuda. Como estávamos sozinhos eu aceitei. Olhando para meu pau, ela me fez uma pergunta que me deixou totalmente sem jeito. Ela perguntou o por quê da minha animação, se era por que ela estava me ajudando ou por causa da sua bela bunda. Sem graça, apenas olhei e não falei nada. Ela se aproximou mais um pouco e falou no meu ouvido segurando meu pau “Estou achando que toda essa sua animação seja por minha causa”. Na hora, todo meu tesão percorreu por meu corpo e respondi ao seu ouvido: você me deixou assim, cheia de tesão. Em seguida, Suzi colocou sua mão dentro da minha calça, seguro meu cacete e eu fui ao delírio. Como ela segurava com carinho e desejo, olhei nos seus olhos e falei que dali pra frente não responderia aos meu atos, com sorriso safado ela me olhou. Nós estávamos beijando lentamente e ao mesmo tempo Suzi com sua mão dentro da minha calça fazia carinhos e apertava meu pau com vontade. Sem pensar duas vezes, fui apertando sua bela bunda e passando minha mão na sua bucetinha, que já estava toda molhada.

Suzi, já ofegante, esfregava com muito tesão sua xota nos meus dedos, passando a ponta do seu clitóris. Senti aquela mulher me arranhando as costas e delirando ali na minha frente. Então, sem pensar duas vezes, ela se ajoelhou, tirou meu pau pra fora e ficou ali olhando e admirando meu pau preto e duríssimo. Suzi me olhou com cara de safada esfomeada por uma rola preta, segurou com uma mão e chupou devagar, passando a língua apenas na cabeça do meu pau. Já com a outra mão ela se masturbava cheia de tesão. Suzi começou a chupar meu pau com vontade, desejo e tesão. Ouvia sua voz sussurrando, dizendo que era gostoso e que nunca tinha chupado um pau tão maravilhoso como o meu. Suzi se deliciava babando todo meu pau. Como ela era sensacional e sabia chupar como ninguém, levantei ela pelo braço, tirei toda sua roupa e a coloquei deitada em cima da mesa. Olhei sua linda xana pequena e lisinha pingando de desejo. Fui beijando suas coxas e subindo, beijando e passando minha língua na sua virilha. Suzi se tremia de tesão, chupei seus grandes lábios da buceta e, enquanto ela gemia. fui passando minha língua no seu clitóris. Ela se contorcia sem parar, fazendo movimentos de vai e vem. Com seu corpo, segurou minha cabeça e gozou na minha boca. Que maravilha e que delícia seu mel escorrendo todinho pra mim!

Ela pegou meu cacete e foi passando meu pau na sua xoxota toda molhadinha. Com um leve toque, ela colocou a cabeça do meu pau na entrada da sua bucetinha. Respirando fundo, fui colocando meu cacete naquela xana muito apertadinha. Lentamente foi entrando, Suzi me arranhava com as duas mãos, gemia e falava ao meu ouvido que meu pau era grosso, mas estava gostoso. Coloquei devagarinho até ela se acostumar, comecei a fazer movimentos mais fortes e firmes.!A cada estocada que eu dava em sua xota, Suzi gemia de prazer, pedindo para não parar. Eu obedecia seu pedido, fodi aquela mulher gostosa, ela já estava me levando a loucura quando a senti gozando mais uma vez. Coloquei Suzi de costas com uma perna sobre a mesa e outra no chão. Vendo sua buceta todinha pra mim, bati meu pau em sua bunda, passei meu pau no cuzinho e ela deu uma leve piscada. Coloquei novamente meu cacete em sua bucetinha apertadinha e quente, assim, senti cada contração da sua xana no meu pau. Suzi apertava meu pau com sua buceta, nossa, que tesão maravilhoso! Ela rebolava e pedia pra foder sua bucetinha mais rápido. Segurei no seu cabelo dando vários tapas em sua bunda e fui metendo mais rápido e com mais tesão. À essa altura, já me segurava pra não gozar em sua buceta gostosa. Ela estava gemendo e falando para não gozar, porque queria gozar junto comigo.

A gostosa daquela mulher ficou de quatro em cima da mesa, segurei na sua cintura, coloquei apenas a cabeça do meu pau e de uma vez só meti todo meu cacete. Suzi foi ao delírio, me pedindo para tirar e coloca meu pau novamente. Assim fiz mais algumas vezes, vendo aquele entra e sai freneticamente, a gostosa já estava com tesão à flor da pele. Ela já não estava mais aguentando se segurar e, com a sua voz trêmula, pediu pra sentar no meu pau. Peguei firme na sua cintura e a coloquei sentada em minha rola. Suzi quicava rebolando e arranhava minha barriga, senti aquela delícia de mulher gozando mais uma vez pra mim e, dessa vez, não tive mais como me conter. Gozei junto com Suzi, nossa que sensação mais gostosa! Ver aquela mulher ofegante de prazer ali em cima de mim, toda mole e quase sem força me deixou bobo. Ela falou ao meu ouvido “te espero amanhã novamente no mesmo horário” não resisti a esse convite e amanhã estarei lá novamente no horário marcado.

Outros contos...

Comentários (0)

Somente assinantes podem deixar comentários!

Assine ou faça login para poder comentar.
21
Atrações
149
HQs
599
Vídeos
5085
Fotos
153
Atrizes
...